Ler com Prazer

Eu acredito seriamente que os livros não foram feitos para enfeitar a estante. Por isso, há muito tempo deixei de guardar livros e passei a absorvê-los. Eu compro, leio e finalmente vendo o livro para que ele continue sua missão de educar, informar, entreter e fabricar sonhos!

A campanha abaixo foi promovida pelo site Estante Virtual, onde compro e vendo quase tudo que leio!


Leia sem seguir referências ou tendências
Quando criança, você foi ensinado que os clássicos devem ser cultuados. Já na fase adulta, teve que se acostumar com as intermináveis listas de referências bibliográficas acadêmicas e profissionais. E para completar, o mercado editorial dita, a todo momento, novas tendências literárias. Como encontrar prazer em meio a tudo isso? A resposta é simples: liberte-se! Escolha o livro que quer ler com base, unicamente, nos seus interesses, gostos e curiosidades.

Leia sem obrigações ou metas
Na escola, você recebia uma lista obrigatória de livros e as datas das provas que avaliariam sua leitura. Assim, aprendeu a associar leitura somente à obrigação. Mas ler também pode ser sinônimo de prazer. Cada um tem o direito de ler no ritmo e na ordem que preferir: rápido ou lentamente, um livro por vez ou vários ao mesmo tempo, pular ou reler trechos, ler o final antes do começo, gostar de um livro ou mesmo abandoná-lo.

Leia sem se limitar a lugares ou situações
Durante todos esses anos, você também aprendeu que leitura tem lugar determinado e hora certa. Mas ler é um ato que pode ser feito em qualquer lugar, dos tradicionais aos mais inusitados. A qualquer hora, todos os dias, nos finais de semana ou só quando sentir vontade.

Gostou dessa ideia? Então reinvente a leitura na sua vida, crie suas próprias regras e leia com prazer!

Anúncios